Livros de história do Brasil para entender melhor o nosso país

Independência ou Morte, do pintor paraibano Pedro Américo (óleo sobre tela, 1888)

O Brasil tem uma rica história de mais de 500 anos. 

Entretanto, muita gente só cruza com os livros de história do Brasil quando está na escola, e olhe lá.

Estudar nosso passado é muito importante para entender porque o Brasil é do jeito que é, e para não repetir os erros cometidos anteriormente.

E também para não sair falar bobagem no Facebook, não é mesmo?

Por isso, separamos alguns livros que vão fazer você mergulhar nesse rico, conturbado (e violento) mundo chamado Brasil.

Vamos lá!

(sempre lembrando que os preços podem sofrer alterações sem aviso prévio)

Brasil: Uma Biografia, de Lilia M. Schwarcz e Heloisa Starling

Livros de História do Brasil - Brasil: Uma Biografia

Com 792 páginas, esta obra assume o desafio de contar a história do Brasil com o jeito característico das biografias. 

As professoras Lilia Schwarz e Heloisa Starling fizeram uma pesquisa rigorosa e usaram até documentos inéditos para escrever Brasil: Uma Biografia.

O livro divide a história do Brasil em capítulos, começando pela chegada de Pedro Álvares Cabral até a redemocratização depois da ditadura militar.

Isso, claro, sem deixar de lado o período colonial, a Independência do país, a proclamação da República, entre outros pontos.

Brasil: Uma Biografia também detalha o cotidiano, a cultura, os ciclos da economia e os conflitos sociais que marcaram o país. 

“A história do Brasil, por suposto, não cabe num único livro. Até porque não há nação cuja história possa ser contada de forma linear, progressiva, ou mesmo de uma só maneira. Assim, aqui não se pretende contar uma história do Brasil, mas fazer do Brasil uma história.” (Brasil: Uma Biografia – Companhia das Letras, 2015)

Com um texto acessível, as autoras tratam da dificuldade na construção da cidadania, das contradições e da violência que fazem parte da história do Brasil. 

O livro também conta com um pós-escrito que fala sobre acontecimentos recentes da política brasileira, como o impeachment da presidente Dilma Rousseff.

Brasil: Uma Biografia


História Concisa do Brasil, por Boris Fausto

Se você se assustou com as quase oitocentas páginas da nossa primeira indicação, agora nós trazemos uma obra um pouco mais enxuta.

Como o próprio nome diz, História Concisa do Brasil é uma espécie de resumo de História do Brasil, também de Boris Fausto.

O objetivo do livro é trazer a ampla história do Brasil em um linguagem acessível e sem perder a qualidade analítica. 

História Concisa do Brasil traz a mesma estrutura básica do ‘irmão’ maior, dividido em 12 partes.

Publicado originalmente em 1994, o livro vai da chegada dos portugueses até a o governo Sarney e a Constituição de 1988.

A edição mais recente, de 2015, traz um capítulo final escrito pelo sociólogo Sérgio Fausto, abordando a primeira década do século XXI, até o final de 2010. 

História Concisa do Brasil tem uma linguagem clara e objetiva e é recomendada não só para estudantes, mas para todos aqueles interessados em história.

História Concisa do Brasil


1800, de Laurentino Gomes

Livros de História do Brasil - 1808, de Laurentino Gomes

Aqui no blog nós já falamos do Laurentino Gomes na nossa lista de lançamentos de agosto, sobre o livro Escravidão – Vol 1.

Agora nós vamos indicar sua obra mais conhecida e que se tornou um grande best-seller.

1800 é uma trilogia composta pelos livros 1808, 1822 e 1889, lançados entre 2007 e 2013.

Nesta obra, Laurentino se debruça sobre a Independência do Brasil, o período imperial, chegando até a Proclamação da República.

No primeiro volume, 1808, o foco é a transferência da corte portuguesa para o Brasil, diante da ameaça da invasão de Portugal pelas tropas francesas de Napoleão Bonaparte.

São retratados detalhes da chegada ao Rio de Janeiro da rainha Maria I e do príncipe D. João, que depois viria a assumir o trono. 

O segundo livro, 1822, narra o contexto que levou o Brasil para sua Independência, após a volta de D. João para Portugal.

Laurentino trata de figuras desse período, como D. Pedro I, José Bonifácio, Dona Leopoldina, Lord Cochrane, e a Marquesa de Santos. 

Já o último volume, 1889, joga luz sobre os acontecimentos que resultaram na Proclamação da República.

No livro, o autor mostra que o imperador Pedro II não levou o movimento dos militares a sério, e perdeu o poder praticamente sem reagir. 

1889 também detalha o papel do marechal Deodoro da Fonseca, que se manteve fiel à Monarquia até o último momento.

A trilogia 1800 é uma leitura recomendada por sua detalhada pesquisa e por revelar que muitos dos problemas que o país enfrenta hoje são de longa data. 

Trilogia 1800, de Laurentino Gomes

1808

1822

1889


Getúlio, de Lira Neto

Livros de História do Brasil - Getúlio, de Lira Neto

Agora a gente avança um pouco na história do Brasil, mas continuamos no ramo das trilogias. 

Getúlio Vargas foi um dos mais importantes presidentes do nosso país, ocupando o poder em dois períodos: entre 1934 e 1945, e de 1951 a 1954. 

Inúmeras acontecimentos marcaram estas décadas, como a Revolução de 32, a industrialização do Brasil, a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) e a Segunda Guerra Mundial.

Com mais de 1700 páginas no total, os três livros de Lira Neto traçam toda a trajetória de Getúlio, desde sua formação até seu suícidio, em 24 de agosto de 1954. 

O autor foi atrás de diversos documentos, como memorandos oficiais, cartas pessoais, diários, decisões judiciais, jornais, anúncios, e até marchinhas da época para produzir sua obra.

O primeiro livro vai da infância de Getúlio, em São Borja (RS), até sua chegada ao poder, em 1930, narrando sua formação militar e seu início na política regional gaúcha.

O segundo volume aborda os 15 anos que se seguiram após a conquista do poder federal, com a Revolução de 1932, a Constituinte de 1934, a instauração da ditadura do Estado Novo, e a participação brasileira na Segunda Guerra Mundial. 

Por último, o terceiro livro fala sobre o fim do Estado Novo, com a renúncia de Vargas em 1945, e o período em que ele foi senador.

O terceiro volume também narra o retorno de Getúlio à presidência, quando enfrentou forte oposição e foi ficando cada vez mais isolado, até 1954, quando tirou sua própria vida.

Cearense de Fortaleza, Lira Neto é jornalista e escritor e também foi autor de Maysa: Só numa multidão de amores e Castello: A marcha para a ditadura.

Trilogia Getúlio, de Lira Neto

Getúlio – Livro 1 (1882-1930)

  • Páginas: 664
  • Preço: R$ 48,60 (capa comum) ou R$ 28,40 (eBook)

Getúlio – Livro 2 (1930-1945)

  • Páginas: 632 
  • Preço: R$ 49,99 (capa comum) ou R$ 27,26(eBook)

Getúlio – Livro 3 (1945-1954)

  • Páginas: 464
  • Preço: R$ 40,40(capa comum) ou R$ 28,28(eBook)

Leia também: 7 livros para entender a política brasileira na última década


1964 – História do Regime Militar brasileiro

A ditadura militar foi um período conturbado da história recente do Brasil, e ainda é um período muito discutido entre os brasileiros. 

Com 1964 – História do Regime Militar Brasileiro, o historiador Marcos Napolitano tem o objetivo de traçar um balanço histórico da ditadura.

Um dos grandes pontos do livro é abordar as questões sociais, políticas, econômicas e culturais que estavam presentes durante este período.

A obra é dividida em doze capítulos, que vão desde o governo de João Goulart (1961-1964) até o redemocratização, nos anos 80.

O autor procura responder questões como o porquê do regime militar ter durado 20 anos, qual a reação da sociedade à tortura, e como a oposição se reergueu depois de duas décadas.

Além disso, Napolitano dá especial atenção para a cultura e para uma análise socioeconômica do regime, incluindo o período chamado de “milagre econômico”.

1964 – História do Regime Militar é um livro sintético que serve como um bom caminho para quem quer começar a saber mais sobre a ditadura.

Abaixo, veja o autor falando sobre a obra:

1964 – a História do Regime Militar brasileiro


Raízes do Brasil, por Sérgio Buarque de Hollanda

A nossa próxima indicação é um dos mais importantes livros já escritos sobre o Brasil.

Raízes do Brasil, publicado originalmente em 1936 por Sérgio Buarque de Holanda, é uma obra seminal das ciências sociais e da historiografia moderna no país.

O livro faz uma grande interpretação de como foi formada a sociedade brasileira, analisando aspectos fundamentais de nossa cultura. 

Raízes do Brasil tem como tese principal a incapacidade brasileira de separar a vida pública da vida privada, o que impede o avanço para uma verdadeira democracia política.

Tal mistura entre público e privada seria uma herança da colonização portuguesa, responsável por outros pontos que persistem até hoje em nossa cultura. 

Sérgio Buarque de Hollanda mostra como o modelo agrário de monocultura acabou transformando as fazendas em grandes feudos, onde as relações familiares valiam mais que as entre as cidadãos.

Junto com Casa-Grande & Senzala, de Gilberto Freire, Raízes do Brasil é uma obra fundamental para entender de verdade o Brasil.

Leitura extremamente recomendada, principalmente para aprender de uma vez por todas do que se trata o tal “homem cordial”.

Raízes do Brasil

  • Autor: Sérgio Buarque de Hollanda
  • Páginas: 256
  • Preço: R$ 35,53 (capa comum) ou R$ 42,66 (eBook)

O inverno da guerra, de Joel Silveira

Livros de História do Brasil - O Inverno da Guerra

A Segunda Guerra Mundial envolveu quase todos os países do mundo e deixou de 50 a 70 milhões de mortos, sendo o conflito mais letal da história da humanidade. 

Diante desses números, a participação brasileira na Grande Guerra pode parecer de menor importância.

Mesmo assim, é uma história que merece ser contada.

Inverno da Guerra é uma coletânea de textos do correspondente Joel Silveira, que acompanhou a luta dos pracinhas da Força Expedicionária Brasileira na Itália.

Joel ficou nove meses cobrindo o conflito, e testemunhou as batalhas que levaram à tomada de Monte Castelo.

O livro narra o cotidiano dos soldados que, além dos alemães, também enfrentaram um inverno rigoroso em 1944.

O correspondente conta detalhes sobre a vida no front, a destruição causada pela guerra e até traz uma conversa com um soldado nazista capturado pelas forças brasileiras.

Além da história em si, o que torna este livro tão interessante é o texto de Joel Silveira, que faz com que você não queira parar de ler.

“Ao contrário do poeta, não foi exatamente por delicadeza que naqueles quase nove meses perdi parte de minha mocidade, ou o que restava dela. A guerra, repito, é nojenta. E o que ela nos tira (quando não nos tira a vida) nunca mais nos devolve” (Joel Silveira em O Inverno da Guerra – Ed. Objetiva, 2005)

O Inverno da Guerra

  • Autor: Joel Silveira
  • Páginas: 176
  • Preço: R$ 30,00 (capa comum)

Depois das nossas indicações, agora é sua vez de opinar:  o que achou da nossa lista?

Qual livro você acha que é indispensável e deveria estar na lista?

Qual desses livros de história do Brasil você já leu? E qual você mais gostou?

Deixe seu comentário e compartilhe!

Anúncios

5 thoughts on “Livros de história do Brasil para entender melhor o nosso país”

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.